Bate-papo atual com José Badaró, VP da Calia

Redação | 02 de Maio de 2017 - 16:37

Badaró é Administrador de Empresas, com especialização em Administração Pública pela FGV. Isso o levou a construir uma carreira sólida em trabalhos especializados de marketing, publicidade e propaganda para o governo. Esteve por onze anos na Propeg Brasília, onde participou ativamente da restruturação e o desenvolvimento dessa agência, no período de transição de governos e partidos. Depois disso, participou de outros dois projetos pessoais mas logo atendeu a um convite para dirigir uma agência recém chegada, a Calia, onde é hoje o VP das operações em Brasília.

Badaró encontrou na Calia uma identificação total, pois acredita, assim como a agência, que comunicação tem que ser transformadora. Na agência “usamos o poder transformador da comunicação para ajudar a construir empresas mais fortes, consumidores mais conscientes, economias mais justas. O poder da comunicação transformadora não tem limites”, garantem agência e dirigente.

José Badaró é um defensor da valorização do profissional bem como do prestador de serviço local – para que o trabalho seja desenvolvido totalmente em sua origem. Segundo ele, Brasília hoje atende totalmente a gama de serviços demandados por uma agência de propaganda, e também têm excelentes profissionais.

Sua entrevista concedida ao site em 05 de junho de 2014 é muito atual e pertinente no cenário que se desenha no mercado de Brasília, com a chegada de novas agências de publicidade para atender contas governamentais.

Também fala das distorções que acontecem com relação à definição de serviços de publicidade pelo governo. Como esteve nos dois ambientes, conhece muito bem a necessidade do serviço e os engessamentos do governo para sua efetivação. Defende que esse é um desafio para as entidades de classe relacionadas à área da Publicidade. Vale a pena rever.