Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

Do deserto americano ao árido cerrado

Redação | 09 de Setembro de 2017 - 08:00

Produtores brasilienses fizeram visita técnica no Festival Burning Man

Os sócios da R2 Produções acabam de voltar do deserto Black Rock, nos EUA. Rafael Damas, Rick Emediato, Bruno Sartório e Eduardo Alves se juntaram a 70 mil pessoas de todo mundo que chegam a Nevada para vivenciar o festival Burning Man. Mais do que diversão, o foco da viagem é, sobretudo, trabalho.

Eles foram em busca de inspirações e novidades tecnológicas para as festas da produtora em Brasília.

Querem entender como uma cidade que respira arte e criatividade surge por nove dias no meio do deserto, conseguindo comportar e entreter milhares de pessoas.

Nos últimos anos, os sócios pesquisaram referências na Disney e no Tomorrowland Bélgica. Já a Grécia é o mote do evento NA PRAIA deste ano.

O litoral mediterrâneo dita a cenografia e o nome das festas. Até 10 de setembro ainda é possível sentir um pouco de "Capri", "Creta" e "Navagio" à beira do Lago Paranoá.