Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

Francisco Maia é eleito por unanimidade e empossado presidente da Fecomércio-DF

Redação | 07 de Fevereiro de 2019 - 12:15

 O empresário Francisco Maia foi eleito na manhã desta quarta-feira (6), por unanimidade, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF). A votação ocorreu durante reunião de Diretoria da entidade, às 10h, com a participação de 27 diretores efetivos. O mandato vai até junho de 2022. Francisco Maia assume o cargo com o objetivo de fortalecer os sindicatos da Fecomércio-DF, que hoje representam os principais setores econômicos de Brasília, promover uma integração com a Confederação Nacional do Comércio (CNC) e avançar na representatividade da instituição perante os Poderes constituídos e a sociedade brasiliense.

Logo após a eleição, Maia assinou o termo de posse e fez um agradecimento especial. “Quero agradecer primeiro a Deus por me dar força, energia e confiança para enfrentar esses dias difíceis. Quero agradecer a minha família, que me ajudou muito. Aos senhores diretores e quero também fazer um agradecimento a três pessoas que foram fundamentais nessa decisão de continuar nessa luta: o presidente da CNC, José Roberto Tadros, o vice-presidente Francisco Valdeci de Sousa Cavalcante, e o primeiro vice-presidente administrativo Luiz Gastão Bittencourt”, disse. Francisco Maia também fez questão de mencionar os fundadores da Federação do Comércio, os empresários Newton Rossi e Miguel Setembrino.

Depois o presidente falou sobre o significado da eleição e seu desejo de colaborar com o desenvolvimento de Brasília. “Ser eleito presidente da Fecomércio-DF significa muito mais do que a realização de um objetivo pessoal. Significa a oportunidade de representar os setores econômicos que transformaram a minha vida. Sempre atuei nas áreas de comércio, serviços e turismo e é uma honra poder retribuir com essa base. Também é fruto de muito orgulho ter a chance de colaborar com o desenvolvimento e a defesa de Brasília, uma cidade verdadeiramente monumental, que tão bem recebe a todos nós”, ressaltou.

Entre as propostas específicas para a Fecomércio estão a renovação, modernização e a busca da autossustentabilidade financeira, além de uma gestão profissional do Sesc e do Senac no DF. O intuito também é encontrar novos modelos de atuação e de fonte de recursos para os sindicatos. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do DF é formada hoje por 26 sindicatos filiados e dois associados, que juntos representam mais de 90 mil empresas e respondem por 93% do PIB privado brasiliense. A reunião de Diretoria foi acompanhada por um representante da CNC, o assessor da Divisão Sindical da entidade, Alain MacGregor, e conduzida pelo agora segundo vice-presidente da Fecomércio-DF, Antônio Tadeu Perón.