Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

Mensagem cifrada antecipa resultado da Concorrência da Prefeitura de Goiânia

Fernando Vasconcelos | 09 de Agosto de 2019 - 16:34

A Folha de São Paulo publicou ontem, 08/08, às 13h29 em seu site, notícia assinada pelo repórter João Valadares de que a Concorrência 001/2019 realizada pela Prefeitura de Goiânia teve seu resultado antecipado por uma mensagem cifrada anônima, na página dos classificados do jornal O Popular três meses antes do resultado oficial do julgamento sair. O edital previa contratação de 03 agências de propaganda e uma verba de R$ 20 milhões para o primeiro ano.

No anúncio, publicado em 21 de março deste ano, aparecem os nomes das agências Casa Brasil, Full Propaganda e Styllus Propaganda.

Segundo o jornalista, os representantes destas agências têm ligação com marqueteiros de políticos da região.

O Sinapro-GO (Sindicato das Agências de Propaganda de Goiás) entrou com representação no Ministério Público de Goiás, que instaurou um inquérito civil público para apurar possível direcionamento da licitação e conluio entre as vencedoras.
Na representação, além de citar a mensagem cifrada, o Sinapro-GO destaca trecho de uma ata proferida pela subcomissão técnica da licitação que, segundo a entidade, seria a confissão da utilização de critérios subjetivos e não previstos no edital.

Em nota, a Prefeitura de Goiânia informou que já forneceu ao Ministério Público cópia integral dos procedimentos administrativos que ensejaram a licitação para apuração.

As agências Mancini Comunicação, Bees Publicidade e Cannes Publicidade entraram com recurso contra o resultado preliminar. A Subcomissão Técnica está analisando as contrarrazões das empresas citadas nesses recursos, solicitou adiamento de prazo para avaliar os documentos e pretende divulgar o resultado já convocando as vencedoras para homologação e assinatura dos contratos.

As agências Full Propaganda e Stylus se manifestaram. A primeira alega q está no mercado há mais de 15 anos atendendo com excelência e possui alta qualidade técnica. Já a Stylus disse que observou e cumpriu todos os procedimentos legais previstos no certame. Somente a Casa Brasil não se pronunciou.