Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

o Boticário celebra a representatividade na produção da campanha de Natal

Redação | 27 de Novembro de 2020 - 15:52

Com um filme emocionante, a campanha de Natal do Boticário quer incluir um tema importante nas conversas de amor e afeto, muito frequentes nessa época do ano. Um menino não se vê representado nos natais ao longo de sua infância, e muda a história da própria família ao encarnar um Papai Noel negro para os filhos.

A proposta da marca de beleza é contribuir para uma reflexão necessária, dentro e fora das telas. O combate ao racismo e a luta pela equidade racial devem ser atitudes o ano todo, mas o Boticário escolheu a data mais importante do varejo para mobilizar a sociedade. E começou com esse movimento dentro de casa. 

Dentro da jornada de diversidade, inclusão e representatividade da marca, a produção da nova campanha foi marcada pela pauta da diversidade, e foi além do casting. A convite da marca, Ton Valentim, fotógrafo, artista, ativista e videomaker, foi o codiretor do filme, ao lado de Dulcídio Caldeira, sócio e diretor de cena da Boiler Filmes. A produção conta também com nomes como Maika Mano, assinando o figurino, e Alma Negrot arrasando na make. 

A campanha criada pela AlmapBBDO reafirma o compromisso do Boticário com a diversidade em sua comunicação e atuação no mercado de cosmético. “Temos uma estratégia robusta em diversidade e vamos continuar firmes nessa construção, sabendo que ainda temos grandes desafios pela frente. Como a marca de beleza mais amada do Brasil, compreendemos que nosso papel é estimular e valorizar cada vez mais a pluralidade entre as pessoas”, comenta Alexandre Bouza, head do Boticário.

No making of do filme, atores, diretores, equipe técnica e de produção contam mais sobre a experiência de dividir o set de filmagem sobre a representatividade e o espaço social que todos têm direito de ocupar. E como ações simples são tão transformadoras.