Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

Os filhos do feminicídio: Câmera Record mostra as vítimas desse drama

Redação | 18 de Maio de 2019 - 09:00

Estudo revela que cada vítima deixa pelo menos dois filhos órfãos no Brasil

 Um estudo da Universidade Federal do Ceará realizado em parceria com o Instituto Maria da Penha apresenta um dado trágico: para cada mulher assassinada pelo companheiro, ao menos dois filhos ficam órfãos no Brasil. O Câmera Record deste domingo (19/05) revela como eles vivem após perderem a mãe em circunstâncias tão violentas.

Os repórteres contam histórias como a de Diogo, que ajudou a polícia a prender o próprio pai. O jovem, que hoje tem que cuidar do irmão caçula de 17 anos, usou as redes sociais para localizar o criminoso, que estava foragido havia 10 meses. "Jamais vou perdoá-lo pelo que fez", garante.

Como ele, Izabela também teve que assumir a responsabilidade de ser mãe dos próprios irmãos. Aos 19 anos, com uma filha de 11 meses, agora ela é responsável por mais quatro crianças. "Eu sigo como se eles fossem meus mesmo, eu sou louca pelos meus irmãos! Eu brigo, mas eu sou louca por eles, por isso que até hoje eles estão comigo, eu podia ter jogado tudo pro ar, deixar com o Conselho Tutelar levar", desabafa.

A equipe do programa teve autorização especial para gravar em duas casas que acolhem e amparam vítimas de violência doméstica. Lá, mães e filhos também resgatam a esperança de viverem em paz, bem longe das agressões de quem deveria protegê-los.

O Câmera Record promove ainda o reencontro de irmãos separados pela dor.

E um condenado por feminicídio fala sobre o crime brutal que cometeu.

O Câmera Record vai ao ar domingo 19/05, logo depois do Domingo Espetacular, às 23h15.