Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

Premiação se mantém como boa ferramenta de marketing, dizem experts

redação | 21 de Maio de 2021 - 16:49

Cashback, viagens de incentivo e atividades de retorno social são as principais tendências para o mercado de incentivo e premiação, no pós-pandemia. Foi o que destacaram especialistas no Ampro Live Talks - O Futuro das Campanhas de Incentivo – Loyalty e Premiação, promovido pela Associação de Marketing Promocional / Live Marketing (Ampro).

“Usar a premiação com um ótimo trabalho de engajamento com o RH das empresas vai ser muito mais comum daqui em diante. Bem trabalhada, é um ótimo instrumento de alavancagem da economia”, disse Willian Gil, diretor de relações institucionais da Sodexo Benefícios e Incentivos, no evento online, que ocorreu no último dia 18.

As viagens de incentivo estão no topo da preferência, entre as modalidades de premiação, afirmou Sidney Alonso, presidente para América do Sul da Society for Incentive Travel Excellence e da Avant Garde. “Cerca de 64% das pessoas falam que viajar será prioridade após a pandemia, só perdendo para o encontro com familiares, diz uma pesquisa. E as viagens de incentivo são a modalidade que mais trazem retorno, com um recall de até 300 dias para quem participa, contra uma média de 60 dias para outros prêmios”, expolicou Alonso.

Sarah Buchwitz, vice-presidente de Marketing e Comunicação da Mastercard Brasil, abordou o conceito de fidelidade na elaboração das campanhas, e sobre o futuro do marketing. “Novas tecnologias vão impactar o promocional e darão ferramentas para customizar, cada vez mais, a entrega de prêmios. Tecnologia vai ser commodity - a diferenciação será por meio de conversas relevantes, trazendo engajamento dos consumidores com a marca. O marketing promocional também será mais ligado à agenda de CSR e ao marketing de causas, como uma ação do tipo ‘Pague com aproximação e doe X para ajudar pessoas que estão passando fome”, opina Buchwitz.

Para o fundador do Méliuz e Empreendedor Endeavor, Israel Salmen, o cashback “é uma ferramenta magnífica para empresas diversificarem suas ofertas. Diferente do sistema de pontos, o modelo de dinheiro de volta é mais palpável; há muitos interessados em premiações em dinheiro. O brasileiro cansou de receber o cupom de 10% off no inbox do e-mail.O cashback traz outra possibilidade porque, independentemente do preço pago pelo produto, seja com desconto ou não, há um retorno para o consumidor”, exemplificou.

“Acredito que o evento tenha atingido seu objetivo, sobre a importância do marketing de incentivo para as ações motivacionais presentes e futuras”, avalia o diretor do Comitê de Marketing de Incentivo da Ampro, Ricardo Albregard.